Como me devo sentir no pós parto?

“Se soubesse que ser Mãe era tão bom já o teria sido há muito tempo!”

Quem nunca ouviu esta frase?

Ser Mãe é, de facto algo de inexplicável, é maravilhoso mas, simultaneamente, muito desafiante.

Os primeiros dias/meses após o nascimento dos nossos bebés podem ser difíceis mas falar sobre isso quase parece tabu. Parece que não se pode falar sobre aspectos do nosso parto que não correram como desejávamos pois o mais importante é “teres um bebé saudável” ao teu lado. E se a forma como ele nasceu interferiu no meu processo de vinculação com este bebé que há horas atrás ainda estava dentro da minha barriga? E se isso interfere com a forma como interajo com ele e a minha disponibilidade para atender às necessidades de um recém-nascido? Isso parece não ter a mínima importância para os nossos amigos e familiares (e ainda para os profissionais de saúde que cuidam de nós).

Ser Mãe é algo de inexplicável, é maravilhoso mas por vezes temos saudades de quando éramos só nós.

Vamos sempre ter saudades de alguma coisa, é verdade!

O pós-parto não tem que ser vivido em angústia porque sinto que o meu filho precisa de mim e toda a gente à volta me diz “não podes habituá-lo a dormir no colo”, “não podes dar-lhe maminha até adormecer porque assim habitua-se”, “este bebé está cheio de manhas”. Não, um recém-nascido não é um ser manipulador, viciado e manhoso. É um bebé e precisa da sua mãe (e do seu pai!), precisa de calor, colo e embalo (e mais tarde vai precisar de outras coisas que precisas estar atenta).

O desafio que te lanço hoje é para ires mais além na preparação para o nascimento do teu filho, mais importante que um quarto pintado de azul ou rosa é preparares a tua cabeça e o teu coração para ser mãe. Nem sempre é a altura ideal, nunca estamos preparados para ver a nossa vida virada ao contrário, até percebermos que afinal o avesso é o lado certo, é o que dá sentido à nossa vida.

Mas não és mãe sozinha, como sente o teu/tua companheiro/a todas as alterações que estão prestes a acontecer ou que acabaram de acontecer?

Não o/a excluas, é uma peça-chave em todo o processo.

Inclui, pede ajuda, aceita ajuda, segue os teus instintos, erra, volta a tentar, vive, sê FELIZ!

Encontra a tua tribo! Procura por ela! Prepara-te com antecedência, vai valer a pena!

 

 

Temas que podes considerar interessantes:

Como aliviar as Cólicas, naturalmente!

  Se aí por casa há um bebé com cólicas e, partindo do pressuposto que se trata efetivamente de cólicas, existem algumas medidas que poderão proporcionar máximo conforto ao bebé e aliviar naturalmente o desconforto sentido. As cólicas podem aparecer nas primeiras...

Primeiros Dentinhos – Alívio natural

  A fase em que aparecem os primeiros dentinhos pode ser bastante desafiante tanto para pais como para bebés. Nem todos os bebés sentem desconforto aquando do aparecimento dos primeiros dentinhos mas para os que sentem, há que ter soluções práticas, seguras e eficazes...

Farmácia Natural para as Férias de Verão

Quando, enquanto família, nos preparamos para umas férias onde pausamos a rotina de ritmo alucinante, há aspetos que não queremos pausar como a segurança. Com crianças, e para se tirar partido de cada momento ao máximo, é importante termos sempre uma farmácia...